segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

LINGUA

quero sentir tua lingua
no meu mamilo
e reagir
com arrepio 
na espinha
que é como posso

quero crescer 
dentro das roupas
e arrancar as tuas
como se só nus
fizéssemos sentido

quero fechar os olhos
e experimentar
teu gosto forte
melhor que café

e parecer
despudorado
e entrar
dentro ti
por cada póro
e acordar horas depois
com teu gosto forte
na minha garganta

como se o gosto do teu corpo
e do teu amor
me viciasse...

5 comentários:

  1. Poema intenso e sensual. Um bj querido amigo

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo

    Sensualidade e desejo escorrendo de todas as letras do teu belo poema.

    Deixo beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. ...maravilha!!!

    a
    língua
    que
    invade
    os
    sentidos
    que
    vicia
    o
    morrer
    de
    prazer!

    muahhhhhhhhhhhhh

    ResponderExcluir
  4. nossa! arrepia e mim faz viajar...lindo seu poema amei..

    ResponderExcluir